Casos de sarampo chegam a 1.100 no ano no País, com 5 mortes

O Ministério da Saúde informou que o País possui 1.100 casos confirmados de sarampo neste ano; outros 5.169 estão sob investigação. A maioria dos confirmados (788) foi registrada no Estado do Amazonas e, segundo a pasta, o surto, que Roraima (281 casos) também enfrenta, se deve à importação do vírus ligado ao que circula na Venezuela. Para tentar conter o avanço da doença, que causou cinco mortes, está em vigência até 31 de agosto uma campanha de vacinação, que também inclui a imunização contra a poliomielite, com público-alvo de crianças de um a 4 anos e 11 meses.

“Os surtos estão relacionados à importação, já que o genótipo do vírus (D8) que está circulando no país é o mesmo que circula na Venezuela”, declarou o ministério. Os casos que circulam fora de Roraima e Amazonas são classificados como “isolados”. Foram identificadas infecções em São Paulo (1), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13); Rondônia (1) e Pará (2). “O Ministério da Saúde permanece acompanhando a situação e prestando o apoio necessário aos Estados.”

Das cinco mortes, quatro ocorreram em Roraima, sendo três estrangeiros e um brasileiro. O outro óbito foi de um brasileiro no Amazonas, revela o Terra.

Campanha Nacional de Vacinação

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite e Sarampo se estenderá até o dia 31 de agosto e pretende vacinar 11,2 milhões de crianças, informou o Ministério da Saúde. O dia D de mobilização nacional ocorrerá no sábado, 18, quando os mais de 36 mil postos estarão abertos no país.

“A meta é vacinar pelo menos 95% das crianças, para diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil. Todas as crianças entre 1 ano e menores de 5 anos devem ser levadas aos postos de vacinação, independente da situação vacinal anterior”, informou a pasta.

De acordo com o ministério, entre 2013 e 2015 ocorreram surtos de sarampo decorrentes de pacientes vindos de outros países, sendo registrados neste período 1.310 casos da doença. O maior número de casos foi registrado nos estados de Pernambuco e Ceará. Em 2017, casos de sarampo em venezuelanos que adentraram em Roraima foram confirmados, ocasionando um surto da doença no Estado, com ampliação de casos da doença para Manaus em 2018.

09/08/2018

(Visited 2 times, 1 visits today)