Com incentivos do Prodesin, empresas vão gerar 400 empregos em Alagoas

O governador Renan Filho e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, assinaram, na manhã desta sexta-feira (12), a concessão de incentivos fiscais a mais quatro empresas, por meio do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado (Prodesin). Juntas, elas devem gerar, aproximadamente, 400 empregos entre diretos e indiretos em Alagoas.

Os decretos foram assinados durante solenidade realizada no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares.“O Prodesin é o principal programa de incentivo fiscal de Alagoas e um dos mais competitivos do Brasil, por isso as empresas vêm pra cá. Algumas delas recebem incentivo locacional, ou seja, o Estado doa o terreno para a instalação; outras têm o incentivo fiscal: o Estado retira até 92% do imposto a pagar (ICMS), dependendo do número de empregos gerados. O Estado também concede incentivos aos hotéis. Alagoas, aliás, é um dos poucos Estados do Brasil que possuem incentivos para a rede hoteleira”, disse Renan Filho.

Após a reformulação do Programa, realizada em 2016, o incentivo se tornou o mais competitivo do Nordeste.“O Prodesin é hoje um incentivo extremamente competitivo, que coloca Alagoas na vanguarda dos incentivos fiscais do Brasil e nos deixa mais competitivos com relação aos demais estados da região. Tem sido uma ferramenta muito importante nessa política de desenvolvimento econômico, implementada pelo governador Renan Filho, que refez a lei e a modernizou”, destacou Rafael Brito.

Os benefícios assinados nesta sexta-feira vão garantir a instalação das empresas Inovaplast, Braf Empreendimentos Hoteleiros e uma nova linha de produção da multinacional brasileira Tigre Tubos e Conexões, com incentivos fiscais. “Essa é a nossa segunda unidade instalada e um passo a mais para trazermos novos investimentos para Alagoas”, revelou o diretor da Tigre Tubos e Conexões, Alencar Lehmkuhl. Já a Alepack Indústria e Comércio de Plásticos contará com incentivos fiscais e locacionais. “A concessão dos incentivos demonstra, primordialmente, que o Governo do Estado caminha na velocidade da iniciativa privada, concedendo, de forma célere, todos os aparatos necessários para o desenvolvimento econômico de Alagoas, por meio da atração de novas empresas e da geração de emprego e renda para centenas de alagoanos, beneficiados, diretamente, pelas ações do Estado”, acrescentou o secretário Rafael Brito.

O diretor da Braf Empreendimentos Hoteleiros, Alfredo Brêda, revelou que o hotel é o segundo a ser construído em Alagoas. “A nossa intenção é de concluí-lo até o final deste ano. O empreendimento terá 220 apartamentos, onde vamos empregar cerca de 100 funcionários. Já durante a construção, empregaremos mais de cem operários. É um investimento interessante e num momento importante, porque o turismo cresce aqui em Alagoas”, observou Brêda.

Segundo o governador, 16 hotéis encontram-se em construção em Alagoas na atualidade. “Até o final de 2019, Alagoas terá 5 mil novos leitos, que vão gerar cerca de dez mil novos empregos no segmento do turismo”, projeta o governador.

Participaram, ainda, da solenidade, os deputados Ronaldo Medeiros (estadual) e Ronaldo Lessa (federal); o diretor da Inovaplaste, Paulo Lamenha; da Alepack Indústria e Comércio de Plásticos, Alex Pessoa; o presidente da Fecomércio, Wilton Malta; da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi), Jubson Uchôa; o superintendente do Sebrae Alagoas, Marcos Vieira; do Banco do Nordeste, Wesley Maciel; os secretários de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Régis Cavalcante; da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Antônio Sapucaia; da Comunicação, Enio Lins, dentre outras autoridades.

Ascom – 12/01/2018

(Visited 6 times, 1 visits today)